17 de fev de 2011

Existe "namoro santo"?


Se você acredita na corte como um relacionamento cristão é por que você desacredita em namoro, namoro santo, bicho papão etc.

Um relacionamento cristão deve ter como prioridade a busca da santidade e da vontade de Deus para o casal em aliança, o que não há no namoro. Este visa unicamente gratificação pessoal e satisfação de seus próprios desejos. 

Namoro, beijo, sexo, qualquer nível de intimidade entre homem e mulher, antes do casamento, são maldições. E a Bíblia não se cala quanto a isto, pois ela alerta, exorta e proíbe a lascívia, a fornicação, a promiscuidade, a prostituição, a defraudação, a concupiscência, a escandalização - as obras da carne. O namoro, admita, é tudo isto!

O diabo criou o namoro para dar a oportunidade aos jovens de "curtirem" coisas próprias de uma relação de casamento, sem serem casados. E não. Eu não estou falando de sexo.

Na verdade, o grande erro dos que professam o nome de Jesus como Senhor é resumir a santidade em fazer sexo. Não entendeu? Eu explico: acreditam que namoro santo é apenas não ter este relacionamento, o sexual. Podem assumir compromisso um com o outro, mesmo sem ter condições e o real querer de se casarem. Onde está a santidade nisto? Onde está Deus?

Mas o que a Bíblia diz a respeito de relacionamento entre homem e mulher? "Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; tornando-se uma só carne" ( Gn 2:24 e Ef 5:31).

A palavra de Deus ordena que, tendo o homem o querer de se unir a uma mulher, que este se una em casamento - ou você imagina que o Senhor fala o quê, quando nos ordena a deixar os nosso pais e nos unirmos ao outro?

Deus só permite a união entre os Seus filhos se for para casar. Qualquer coisa fora disto, é defraudação.

Defraudação é provocar no outro um desejo que você não pode suprir: o desejo de estarem juntos, de serem um do outro, de se darem um para o outro, como Paulo descreveu em 1 Co 7:4 "A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher".

Por fim, amados, deixo-vos esta passagem para que, em Espírito e em Verdade, meditem:

"Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito" (...) "Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo" (Romanos 8: 5,9).





2 comentários:

  1. Muito edificador, tia Marcia! Eu concordo plenamente com seu ponto de vista em relação ao namoro.

    Paz do Senhor!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que não é bem assim! pode namorar sim,só não é para ficar se agarrando...não creio que um simples beijo no seu namorado possa ser uma malícia

    Paz de Cristo a todos!

    ResponderExcluir

Deixa a impressão que domina seu espírito saltar de si.